Viagens Machu Picchu

Museu Inka

Museu Inka

Museo Inka em Cusco: a história completa desta civilização!.
Entre as muitas atrações turísticas da cidade de Cusco, destacam-se as belezas naturais da região da Cordilheira dos Andes e os pontos turísticos históricos, como os muitos sítios arqueológicos dos arredores, entre eles a cidadela de Machu Picchu e o impressionante Vale Sagrado dos Incas. 

Falando nisso, a cidade, conhecida como a Capital do Império Inca, foi a base da cultura inca durante muitos anos. Aqui se estabeleceram e prosperaram. Construíram templos, casas, centros administrativos e religiosos, fortalezas e centros militares, produziram alimentos nas terras férteis dos andes e cresceram em número de cidadãos e território. 

Não à toa as características desta cultura ainda podem ser apreciadas em Cusco, através da arquitetura, de ruínas, das vestimentas, da culinária, das tradições, festas, linguagem e de muitos costumes que foram sendo passados de geração em geração. Conhecer Cusco é fazer uma viagem no tempo, indo direto ao século XII, quando acredita-se que os incas surgiram, até o ano de 1532, quando o processo de colonização se iniciou no Peru, com a chegada dos espanhóis. 

Desta forma, não é difícil de imaginar que neste território muitos objetos, obras de arte, artefatos religiosos, vestimentas típicas, jóias, utensílios e muitas outras coisas foram encontradas, seja em escavações ou guardados como relíquias. O que não foi roubado ou destruído pelos invasores espanhóis ou pela ação do tempo, pode ser apreciado nos melhores museus de Cusco. 

Um deles, em especial, merece a sua atenção e visita. Estamos falando do Museo Inka, que conta com um rico acervo que conta a história desta civilização tão importante para o país, através de objetos de grande valor histórico. Museus guardam memórias, nos fazem conhecer nosso passado e entrar em contato com nossa ancestralidade, por isso é um passeio imperdível e imprescindível em qualquer lugar. 

O Museu Inca em Cusco mantém viva a cultura andina e apresenta ao turista salas divididas em temas que vão desde a era pre inca, passando por uma ambientação, história do império, técnicas de sobrevivência e outras atividades incas. De fato, depois de conhecer este museu, você se sentirá um verdadeiro expert sobre o assunto, conhecendo a fundo as principais características da sociedade incaica. 

Nesta matéria, queremos te apresentar mais detalhes sobre o Museu Inca de Cusco e seu incrível acervo. Sem dúvidas este é um passeio que não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem para o Peru e nós vamos te mostrar os porquês.Vamos juntos?.

História do Museo Inka de Cusco: 

Também conhecido como La Casa del Almirante ou Palácio Almirante, esta construção colonial entre as mais impressionantes da cidade, tem origens que remontam a década de 1580. Estudos apontam que o local pertenceu à família Maldonado, uma das mais famílias espanholas mais importantes da época. 

Suas características arquitetônicas são uma atração à parte e também contam parte da história de Cusco. Com pátios com quatro lados, áreas semicirculares, corredores, sacadas, colunas e outros detalhes que a tornam única. A fachada, apesar de simples, possui um portal principal e é bastante bonita. 

Em 1950 ocorreu um terremoto na área que, mesmo tendo danificado apenas uma pequena parte da casa, resultou em uma restauração e reforma que se iniciou no ano de 1952. Neste processo, muitas peças desapareceram. 

Atualmente o local está sob administração da Universidad Nacional San Antonio Abad Del Cusco (UNSAAC).

Exposições e Acervo: 

É difícil resumir tudo que o museu oferece ao visitante, mas de modo geral é possível encontrar ali uma vasta coleção de objetos incas feitos de diversos materiais, como madeira, ouro e prata, cerâmica e outros, que tinham diferentes finalidades e representações para o império. São vasos cerimoniais esculpidos, armas, ferramentas, tecidos e até múmias e ídolos em ouro maciço. 

Veja abaixo um pouco mais de como as exposições do museu se dividem: 

Sala de culturas pré-incas: são peças que vão desde 7000 aC até 1200 dC, fabricadas e utilizadas por culturas ancestrais como Chavín, Paracas, Chimú, Mochica e outros. Os mais antigos são objetos de caçadores de vicunhas, que nos levam a eras muito distantes e distintas. Aqui alguns utensílios já retratam o início do império Inca. 

Sala do Meio Ambiente: esta é uma sala que permite que o visitante se ambientalize na história. Através das paisagens locais, é possível entender toda a riqueza biológica da região, um dos motivos pelos quais a civilização inca prosperou no país. Dioramas, que seriam como maquetes, nos mostram a abundância das regiões naturais de Cusco, rica em madeira, plantas medicinais, ouro e outros. Além de ser um lugar perfeito para cultivo agrícola e para a criação de animais, como lhamas e alpacas. 

Sala da História Inca: aqui você vai conhecer mitos e histórias sobre a origem desta civilização, passando pelo auge do seu império, até chegar no período de invasão espanhola, que deu fim a sociedade inca. Ou seja, é um resumo completo do que foi o império mais influente e importante de Cusco. A sala conta com todo tipo de objeto e arte, entre pinturas, esculturas, murais, retratos, objetos religiosos, vasos, cerâmicas, e muito mais. 

Sala Técnicas de Subsistência: a subsistência inca era baseada principalmente na pecuária de lhamas e alpacas e no cultivo de tubérculos e cereais andinos. Atividades estas que garantiram a manutenção do estado inca. 

Sala de Atividades Incas: esta sala possui as seguintes subdivisões: cerâmica inca, com peças de cunho cerimonial e doméstico, depois, arquitetura e planejamento urbano inca, com ferramentas utilizadas nas construções que impressionam até os dias de hoje, já na parte de arte inca vamos admirar ornamentos utilizados por homens e mulheres, além de vasos, armas vestidos e outros. Para finalizar, a última seção está dedicada à medicina inka que surpreende os visitantes com ossadas que representam os avanços incas em cirurgias, por exemplo.

Sala Mallki Wasi: esta sala é a representação de uma tumba inca, observando a importância cerimonial e ritualística na visão de culturas andinas.

Além disso tudo, o Museo Inka em Cusco ainda conta com exposições temporárias, que podem ser bastante variadas, contendo acervo de música, pintura, tradições milenares, artesanato e produção têxtil, entre outros. Saiba quais exposições estão disponíveis acessando o site oficial do Museo Inka. 

Onde fica o Museu Inca e como chegar: 

O Museu Inca de Cusco ou Casa Almirante, como também é conhecido, fica localizado no Centro Histórico da cidade, bem próximo a Plaza de Armas, a aproximadamente 4 minutos de caminhada. Ou seja, é um passeio tranquilo e de fácil acesso.

Para informações e reserva deste e de outros pontos turísticos de Cusco, entre em contato com a nossa equipe e garanta uma experiência única e exclusiva de viagem para o Peru. 

Endereço: Cuesta del Almirante 103, Cusco.
Horário de Funcionamento: o Museu Inca de Cusco atende ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados, domingos e feriados das 9h às 16h.
Valores de entrada: Turistas peruanos pagam 5 soles e estrangeiros, 10 soles (a moeda local peruana). 

Sugestões de Pacotes