Viagens Machu Picchu

Tipón

Tipón

Tipón

A cidade de Cusco se tornou o principal centro turístico do Peru devido a sua proximidade com a cidade perdida dos Incas, Machu Picchu, e por sua imensa riqueza cultural e histórica, que pode ser vislumbrada em muitos sítios arqueológicos localizados na cidade e nos arredores. Realmente é um destino imperdível para quem quer, de alguma forma, reviver a cultura milenar dos incas. 

Entre tantas atrações destacam-se o centro arqueológico Sacsayhuaman, Coricancha, Tambomachay, as plataformas agrícolas de Moray e outros localizados no famoso Vale Sagrado dos Incas. Muitos destes lugares se tornaram famosos e se tornaram uma rota tradicional entre os turistas. Mas, agora, vamos falar de um destino ainda pouco conhecido da maioria dos visitantes: o sítio arqueológico de Tipón.  

Apesar de muitos estudos serem direcionados a ele, pouco se sabe das ruínas de Tipon, mas sem dúvidas foi um lugar de grande importância para a civilização inca. Atualmente é um dos mais perfeitos exemplos da sabedoria ancestral deste povo e do seu conhecimento em engenharia hidráulica e arquitetura, com bebedouros e aquedutos que funcionam ainda nos dias de hoje. 

Não há registros oficiais da sua função e utilização durante o império inca, mas graças a sua estrutura remanescente é possível fazer algumas suposições, que vamos ver a seguir. O que se sabe, por exemplo, é que culturas antecedentes como a Wari, influenciaram os incas e formaram a base do conhecimento, que na era incaica sofreu adaptações e diversas evoluções. 

Nós, da Viagens Machu Picchu , como especialistas neste destino, queremos te apresentar todos os mistérios e curiosidades das melhores atrações de Cusco, que transformam a sua viagem para o Peru em uma experiência mística e inesquecível. Vamos juntos?

História de Tipón:

Infelizmente, com a invasão espanhola no Peru, que ocorreu em 1532, muitas informações sobre o sítio arqueológico de Tipón. Neste processo de colonização o verdadeiro nome das ruínas foi perdido, bem como informações como a sua função, quando foi feito e quem ordenou a sua construção. 

Porém, estudando as ruínas, supõem-se que o recinto teria sido construído para alguém da nobreza inca, devido algumas características presentes na arquitetura, como um requintado acabamento, por exemplo. Muitos acreditam que tenha sido residência do governante Yahuar Huacac, do pai do imperador Wiracocha, que ordenou a sua construção de uma casa para seu pai nos arredores de Cusco depois de uma vitória na batalha contra os Chankas. 

Alguns estudiosos, por sua vez, apontam que Tipón era um centro de culto à água e outros dizem que foi uma espécie de laboratório agrícola, assim como os terraços de Moray. O fato é que muitas funções podem ser atribuídas a este importante local, já que sua estrutura realmente possibilita tudo isso. 

O Complexo Arqueológico de Tipon faz parte da rede de estradas que conectava todo o império inca, chamada Qhapaq Ñan, a grande trilha inca que em seu auge chegou a ter 40 mil quilômetros ligando o Peru a outros países, como Chile, Argentina e Equador. 

Por sorte, as estruturas originais do assentamento continuam quase inteiramente intactas, já que durante a invasão espanhola Tipon não foi destruída, ou seja, sua estrutura constituída de canais, paredes, terraços e outros ainda se mantém originais. Mesmo depois de mais de 600 anos, ainda é possível visualizar seus canais fluindo água de maneira perfeita e sem interrupção.

É conhecida como uma “Maravilha da Engenharia Civil”. Por isso este é um dos lugares mais impressionantes de Cusco e que merece estar no seu roteiro de viagem. 

Onde fica Tipón: 

Tipón, essa incrível obra arquitetônica da milenar cultura inca, está a poucos quilômetros ao leste de Cusco, mais especificamente, a 25 km a sudeste da cidade de Cusco.

Assim como outros sítios arqueológicos importantes, Tipon está localizado no que é  conhecido como Vale Sul de Cusco, estando a 7 km do sítio arqueológico  de Pikillaqta, outra atração imperdível da região.

As ruínas se encontram em uma altitude elevada, de aproximadamente 3.500 metros acima do nível do mar, sendo que na parte mais alta do recinto, chega-se a 3.800 metros. Aclimatar-se é importante para evitar o mal da altitude. 

Como chegar em Tipón: 

É possível chegar em Tipon de carro, ônibus ou táxi. Se escolher ir de ônibus para Tipon,  vai gastar algo entre 6 e 8 soles, ida e volta, além de se preocupar com o bilhete de entrada e em contratar um guia à parte, que é extremamente importante para este tipo de passeio.

Se preferir ir de táxi, lembre-se de que é necessário contratar um táxi certificado e garantir sua viagem de ida e volta, já que se trata de um lugar remoto com poucas opções de transporte. 

Outra opção para conhecer Tipon, e a mais indicada, é através do tour pelo o vale sul de Cusco, contratando uma agência de viagem local, incluindo este e outros lugares do vale, bem como todos os traslados, tour guiado, bilhete de entrada e outras comodidades. O circuito arqueológico de Cusco é o passeio perfeito para pessoas que procuram conhecer ruínas históricas e paisagens magníficas.

Principais Atrações de Tipon:

Este complexo arqueológico tem uma extensão de 239 hectares e é constituído por grandes terraços agrícolas, que eram irrigados por uma complexa rede de canais de água, que vem de uma nascente natural. 

Por ser tão grande, acabou dividido em diferentes setores com recintos maiores e menores. Separamos para você as principais atrações do sítio arqueológico de Tipón, olha só: 

  • Aquedutos e canais de irrigação: em Tipon você vai se encantar com a sabedoria inca através de suas obras hidráulicas. Estes canais fornecem água para todas as áreas agrícolas do assentamento, bem como para uma possível área de culto. 
  • Terraços agrícolas: estes terraços funcionavam, segundo arqueólogos, como laboratório agrícola, possuindo vários microclimas propícios para o cultivo de vários produtos em um mesmo lugar. 
  • Recintos Reais: são as estruturas mais importantes do complexo. Supõem-se que era a construção realizada para servir de casa para o pai do imperador. Possui calhas, fontes de águas e jardins irrigados pelos canais.
  • Intihuatana: esta é uma construção típica da civilização inca, também presente em outros centros arqueológicos. Era um lugar construído para homenagear o Deus Sol, principal divindade inca. O Intihuatana de Tipon está localizado no topo de uma montanha, composto por pequenos recintos, com janelas trapezoidais e com uma vista impressionante. 
  • Mirador ou Cruz Moqo: seu nome significa “cume onde há luz”. É uma construção realizada na parte superior e norte de Tipon. Utilizado para controle observação dos arredores. É possível ver a cidade de Cusco deste ponto. 
  • Pequenos recintos: são estruturas consideradas de qualidade inferior, quartos que possivelmente abrigavam personalidades menos importantes.
  • A parede: estrutura com mais de 5 metros de altura. Acredita-se ter sido construída para proteger o assentamento. 

Tour em Tipón:

Para conhecer Tipón vale a pena contratar o Tour pelo Vale Sul de Cusco, que inclui outras atrações incríveis. É a oportunidade perfeita para conhecer mais de culturas pré-inca e inca. 

O tour começa saindo de Cusco e dura o dia inteiro. A primeira é em Tipon, depois segue para o complexo arqueológico da civilização Wari chamado Pikillacta, passando também pela Igreja de Andahuaylillas, Saylla e finaliza na Laguna de Huarcapay.

A Viagens Machu Picchu oferece o passeio pelo Vale Sul de Cusco, com uma equipe completa e especializada a sua disposição. Lembrando que o traslado, o guiado em todas as atrações e os ingressos de entrada já estão inclusos. 

Informações gerais:

- Valor do Ingresso: para o tour no Vale Sul é preciso comprar o Boleto Turístico de Cusco que dá acesso às principais atrações da cidade. Mas não se preocupe, ele já está incluso em todos os pacotes de viagem para o Peru. 
- Horário de funcionamento: de segunda a domingo, das 7h as 18h.

Sugestões de Pacotes