Viagens Machu Picchu

Puka Pukara

Puka Pukara

Pukapukara

Também conhecido como Puca Pucara ou Puka Pukara, é um dos principais sítios arqueológicos de Cusco, a cidade que é considerada Capital do Império Inca. Junto com ele destacam-se Tambomachay, Sacsayhuaman e Qenqo, cada um com suas características e importância histórica para o país. 

O lugar possui grandes paredes, terraços e escadas, bem como, aquedutos, praças, quartos e outras estruturas, todas feitas em pedra de vários tamanhos, que exemplificam perfeitamente a sabedoria milenar dos incas e suas técnicas avançadas de arquitetura. As pedras se encaixam perfeitamente sem precisar de nenhum tipo de argamassa para se sustentarem. 

Seu nome tem origem quéchua, um antigo dialeto andino e quer dizer: “Puka”, vermelho e “Pukara”, fortaleza, ou seja “fortaleza vermelha”, fazendo referência a cor do solo que rodeia a construção e que acabou se impregnando nas pedras das paredes. Além disso, durante o crepúsculo, as ruínas ganham um tom avermelhado a mais. 

Puka Pukara faz parte dos passeios oferecidos durante o City Tour Arqueológico em Cusco, pois é um dos lugares imperdíveis para conhecer no Peru. Cheio de história e mistério, este tour te leva diretamente ao passado, para reviver a incrível cultura milenar dos Incas. 

História de Pukapukara:

Puca Pucara é um local misterioso, já que não é possível saber muito sobre ele. De qualquer forma, supõem-se que tenha sido construído ainda durante o reinado do nono governante Inca chamado, Pachacuti, entre os anos de 1438 e 1471.

Outro fato interessante, ainda que não tenha sido confirmado, é que estudando as características das ruínas é possível notar algo que diverge muito de outros sítios arqueológicos da região: a irregularidade das pedras e a falta de cuidado estético. Levando este fato em consideração, é possível imaginar que Puka Pukara tenha sido construída às pressas, para servir como um quartel militar. 

Este lugar se tornou conhecido como uma espécie de alojamento dos Incas, uma vez que servia de abrigo para soldados que ficavam esperando o governante incaico enquanto este estava no sítio arqueológico vizinho, Tambomachay. Entre as suas estruturas estão os chamados “tambos”, que em tradução seriam como lugares de descanso, usados por militares e viajantes. 

Você já ouviu falar da estrada inca chamada Qhapac Ñan? Esta estrada ligava Cusco a outros centros urbanos, inclusive em países vizinhos, possuindo mais de 30 mil quilômetros de extensão. Uma parte desta importante estrada passava por Puka Pukara, onde existiam os tambos citados acima, que armazenavam alimentos, lã, lenha e muito mais, para serem utilizados pelos mensageiros e viajantes, que percorriam muitos quilômetros para chegar ali e descansar. 

Mas este não era seu principal objetivo, já que o lugar era um forte, utilizado para proteger a cidade de Cusco, devido a sua localização privilegiada que permitia uma ampla visão da redondeza. Em resumo, era como uma base militar do império Inca, que podia utilizá-la para controlar a passagem na estrada, por exemplo.

Onde fica Pukapukara?

Puca Pucara Peru fica localizado nos arredores de Cusco, a aproximadamente 7km de distância do centro da cidade, no topo da estrada que leva a outro sítio arqueológico importante, Pisac. Atualmente, é pertencente ao Parque Arqueológico de Sacsaywaman.

Pukapukara está a apenas 1km de distância de Tambomachay, conhecido como “chuveiro inca” e este fato não é apenas uma coincidência. Histórias dizem que enquanto o Inca permanecia descansando em Tambomachay, seus soldados e servos se abrigavam em Puca Pucara. 

O Sítio Arqueológico de Puka Pukara está a 3.680 metros acima do nível do mar, o que possibilita uma vista privilegiada dos arredores. 

Como chegar em Pukapukara?

Como este complexo arqueológico fica próximo da cidade de Cusco, é possível ir de carro, em uma viagem que demora cerca de 10 minutos saindo da Plaza de Armas de Cusco. É bem provável que você não esteja de carro, então uma excelente opção é ir de táxi (desde que seja os táxis oficiais). Também é possível chegar em Pukapukara de ônibus, mas este serviço não é muito recomendado para turistas.

Para quem quer mais comodidade e conforto, o ideal é contratar uma agência de viagem local especializada, que inclui no passeio todos os guiados e traslados, inclusive de ida e volta para o hotel. 

O que você vai conhecer neste complexo arqueológico? 

Como muitas outras construções incas, Puca Pucara é feita toda com pedra de todos os tamanhos que se encaixam perfeitamente. Outra característica é que as estruturas não afetam ou modificam a superfície, pelo contrário, se adaptam a paisagem através de plataformas irregulares. 

Quem o visita tem a oportunidade de conhecer as praças internas, as torres de vigia, terraços sobrepostos, escadas, entre outros. O Complexo Arqueológico de Puca Pucara pode ser dividido em três principais partes:

  • Primeira parede: construída com finalidade protetora e com traçados sinuosos. Ao norte, atrás da parede é possível encontrar seis quartos de tamanhos distintos e em formatos irregulares. 
  • Segunda parede: entre a primeira parede e esta existem plataformas ou canais. Atrás da segunda parede estão três salas em formato trapezoidal, uma característica atípica da arquitetura inca. Esta parede envolve o alçado central.
  • Terceira parede: encontra-se na parte mais elevada das ruínas, e até hoje não foram encontrados vestígios de salas ou edificações que ela protegia. 

Como funciona o tour? 

Você sabia que para fazer o City Tour em Cusco existe o chamado Boleto Turístico de Cusco ou Cusco Tourist Ticket? Ele inclui o acesso a este e outros principais sítios arqueológicos dos arredores da cidade, como Sacsayhuaman, Qenqo, Tambomachay, Ollantaytambo e Chinchero, por um período de 10 dias. 

Este bilhete pode ser adquirido no Município de Cusco e também já está incluso na maioria dos pacotes de viagem para Cusco e Machu Picchu oferecidos pelas agências locais. É uma forma mais cômoda de desbravar a cidade Capital do Império Inca e otimizar seu tempo. 

O City Tour oferecido pela Viagens Machu Picchu acontece à tarde, incluindo traslado, guiado em português com um guia profissional e o Boleto Turístico. Nossa equipe irá te apresentar todos os detalhes deste passeio, vamos conversar sobre os mistérios destes lugares, aprendendo tudo sobre a milenar cultura inca.

Você também pode visitar Puca Pucara de forma separada, chegando na entrada do local e pagando pela visitação. Mas ressaltamos a importância de se estar acompanhado de um guia, por ser um dos complexos mais importantes para a história do país. 

Acesse a página de pacotes de viagem para o Peru e escolha o seu preferido, sabendo que todos incluem Cusco, o city tour arqueológico, o Vale Sagrado dos Incas e Machu Picchu. 

Informações de visitação:

- Valor do Ingresso: O valor do Boleto Turístico de Cusco, que inclui entrada para Puca Pucará e outros sítios arqueológicos é o seguinte: o valor do ingresso é de 130 soles, sendo que menores de 10 a 17 anos e estudantes universitário de 18 a 25 anos pagam apenas 70 soles. Este ingresso inclui entrada para 16 atrações.
- Horário de funcionamento: de Segunda a Domingo: das 7h00 às 18h00.

Sugestões de Pacotes