Telefone viagens machupicchu+55 (21) 4042-6227

Whatsapp viagens machupicchu+51 993024550

Perguntas Frequentes

Quais são as perguntas mais frequentes que realizam as pessoas para viajar ao Peru (FAQ)

Mal de altitude (Soroche):

Ocorrendo normalmente acima dos 3000 metros de altitude, o mal da altitude é conhecido pelos Peruanos como Soroche. É a dificuldade do organismo de absorver oxigênio para suprir suas necessidades, causando náuseas, vômitos, dores de cabeça, falta de ar, entre outros sintomas.
Para prevenir-se do mal de altitude, temos algumas orientações após a chegada:

Descansar: É essencial um bom descanso assim que chegar. Dormir pelo menos 3 horas no hotel e não fazer passeios longos é o melhor para se adaptar ao ambiente com ar rarefeito.

Água e alimentação: Tome pelo menos 2 litros de água por dia. Começar a hidratação antes da viagem é bom para se preparar, enquanto a alimentação deve ser o mais leve possível com sopas, saladas e evitar condimentos.
Chá de Coca: É oferecido em vários locais, principalmente em todos nossos hotéis de forma gratuita, para que os sintomas sejam amenizados.
Sorojchi Pills: Para aqueles que os sintomas persistirem há essa opção. O remédio que pode ser encontrado em qualquer farmácia ou Bótica, acaba ou alivia os sintomas.
OBS: consultar um médico antes de consumi-lo pois possui cafeína e ácido acetilsalicílico.
Cilindros e Sprays de Oxigênio: Pequenos cilindros e sprays de oxigênio que podem ser comprados em farmácias com o nome de OxiShot.

Observação: O mal de altitude não acontece em todos nossos passageiros ou em qualquer indivíduo. Cada organismo reage de maneira diferente, alguns dizem que é mais psicológico e o melhor é sentir-se tranquilo e fazer suas atividades de maneira normal e deixar de lado as preocupações.

Qual a melhor forma de levar o dinheiro?

 

Aconselhamos trazer dólares americanos para sua viagem ao Peru e Machu Picchu, isso ajuda muito na cotação e tem mais facilidade para o câmbio. Para fazer pagamentos de despesas, pode-se efetuar com seu Cartão de Credito em qualquer estabelecimento no Peru, com as bandeiras de Mastercard, Visa, Dinner e American Express. Recomendamos trocar o dinheiro em casas de câmbio indicados pela agência de Viagens.

 

Que devo levar e não na bagagem de mão?

As companhias aéreas possuem algumas regras para voos internacionais e internos e proíbem na bagagem de mão: objetos cortantes ou perfurantes, como canivetes, tesouras de unha etc. Esses itens só devem ser levados na bagagem despachada. O transporte de líquidos em voos internacionais deve atender às normas abaixo:
• Líquidos, géis e pastas devem ser conduzidos em uma embalagem plástica transparente de até um litro (aproximadamente 20 cm x 20 cm), apresentados na inspeção do raio-X separadamente da bagagem. Cada recipiente não pode exceder o volume de 100 ml. Líquidos em frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo que parcialmente cheios
• Perfumes, bebidas e outros líquidos adquiridos no free shop precisam estar embalados em sacola selada e acompanhados das notas fiscais do dia do voo. Essa medida não garante a aceitação da embalagem selada por outros países. No caso de conexão, consulte a empresa aérea sobre a possibilidade de retenção do seu produto por autoridades estrangeiras
• Medicamentos somente com prescrição médica e apresentação da receita no momento da inspeção de raio-X
• Alimentação de bebês ou líquidos especiais (sopas, xaropes, soro etc.), apenas na quantidade a ser utilizada durante o voo, incluindo eventuais escalas, e apresentados na inspeção de raio-X preventiva de segurança a bordo. A franquia de bagagem varia conforme o país de destino. Por isso, consulte a empresa aérea com antecedência.

Preciso fazer reserva com antecedência para percorrer a Trilha Inca?

Para realizar a Trilha Inca é necessário fazer a reserva com muita antecedência devido as vagas que oferece o Ministério de Cultura permite apenas 500 pessoas por dia na Trilha Inca e esse número inclui turistas, guias, cozinheiros e carregadores. Por esse motivo recomendamos fazer sua reserva com 3 a 4 meses de antecedência, mesmo se você pretende viajar fora de temporada alta que vai desde o mês de maio até setembro aproximadamente.

 

Qual problema com as notas de dólares no Peru?

Aconselhamos que evitem trazer notas de dólares velhas, rasgadas ou em mal estado de conservação para que não tenham problemas durante sua viagem, pois no Peru em geral elas não são bem aceitas nas casas de câmbio, sendo aceitas somente por cambistas ambulantes a uma cotação menor que em as casas de cambio internacionais. 

 

Qual é o fuso horário no Peru?

Peru e Brasil têm duas horas de fuso horário, Peru em relação a Brasil é duas horas a menos. No horário de verão essa diferença passa a ser de 3 horas.

Veja mais informações de Machu Picchu Peru, e Machu Picchu Historia

  • Nossos pacotes e roteiros para Machu Picchu, já incluem todos os ingressos e entradas para os lugares a serem visitados.

  • Aconselhamos cuidar e guardar os bilhetes entregados pela agência até o final do roteiro

DirceturProm PeruPeruMinisterio de Cultura