Telefone viagens machupicchu+55 (21) 4042-6227

Whatsapp viagens machupicchu+51 993024550

O SENHOR DE QOYLLUR RIT’I

festa de Qoillority

Localização
A festa do Senhor de Quyllurit'i acontece na província de Quispicanchis, distrito de Ocongate.

Data
Esta festividade ocorre em uma data móvel, entre os meses de maio e junho anualmente.

Descrição
Considerada uma das maiores peregrinações do continente a festa do Senhor de Quyllurit'i atrai milhares de pessoas todos os anos. De caráter religioso cristão o evento apresenta um grande sincretismo, na fusão da fé católica e dos antigos costumes indígenas ancestrais. A festividade consiste em uma caminhada em procissão até o pé do Nevado Ausangate, a 4.700 metros sobre o nível do mar. As temperaturas são negativas neste local. Acompanham esta procissão fogos de artifício, músicos, bailarinos e uma série de pessoas fantasiadas de personagens míticos, como os Chauchos, Qollas, Pabluchas e Ukukus. Estes mesmos personagens bailarinos são responsáveis pela organização e ordem durante a festa, um costume comum entre os povos andinos. No dia principal da festividade os camponeses partem rumo ao cume da montanha (6.362 metros sobre o nível do mar) em busca da chamada “estrela da neve”. Na volta carregam pesados blocos de gelo nas costas até seus povoados de origem com o objetivo de regar suas lavouras de forma simbólica com a água tida como sagrada proveniente do Ausangate.

História.
A festa tem origem em uma lenda que conta que um pequeno garoto chamado Marianito, filho de pastores, se encontrou com o Menino Jesus e tornou-se seu amigo. Marianito então apareceu com vestimentas luxuosas fato este que despertou a desconfiança de seus pais que pediram ajuda ao padre. Na tentativa de capturar o estranho amigo do garoto Marianito falece e em uma pedra aparece a imagem de Jesus. Apesar do contexto cristão a festividade reúne uma simbologia tipicamente andina, como a adoração às montanhas (apus), à mãe terra (pachamama), à fertilidade e às forças da natureza.

 

Warachicuy

Localização.

O Warachicuy acontece nas megalíticas ruínas de Sacsayhuaman, na cidade de Cusco.

Data.

A festividade é realizada anualmente no terceiro domingo do mês de setembro.

Descrição
A encenação do Warachicuy realizada atualmente com mais de 1500 atores tem origem no período Inca. A cerimônia tinha por objetivo colocar à prova as habilidades e destrezas dos jovens cusquenhos, na passagem da adolescência para a idade adulta. Participavam somente os homens, de 18 a 20 anos de idade. A palavra Warachicuy, poderia ser traduzida de forma livre do Quéchua como “cueca” ou “calça”. A celebração atual foi estruturada e roteirizada por diversos especialistas e está a cargo do Colégio Nacional de Ciências de Cusco desde o ano de 1969. A festa se divide em três partes: a primeira como parte ritual, de adoração e oferenda às divindades Incas; a segunda traz as competições propriamente ditas, com provas e combates; e a terceira apresenta as músicas e danças guerreiras Incas.

História
Na época Inca o ritual era executado com algumas diferenças: hoje consiste em uma encenação, uma representação simbólica. No passado o Warachicuy acontecia juntamente com o Cápac Raymi, nas comemorações do ano novo andino, juntamente com o solstício de verão nos dias 21 ou 22 de dezembro. Era de estrema importância para as questões militares, pois era uma forma eficiente de selecionar soldados ao exército Inca. O ritual ocorria na atual Plaza de Armas onde se sacrificavam cem lhamas. Posteriormente estes animais eram queimados e suas cinzas jogadas em rios para que, em caminho ao mar voltassem ao criador supremo, o deus Viracocha.

Confira as nossas informações sobre Matchu Pitchu

Blog

FaceBook

DirceturProm PeruPeruMinisterio de Cultura