Viagens Machu Picchu
Informações Gerais

Como chegar em Machu Picchu?

Como chegar em Machu Picchu?

Machu Picchu, também conhecida como a cidade perdida dos Incas, é atualmente uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno e, em 1983, foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. É um sítio arqueológico no meio da região de serra no Peru, em meio às montanhas dos andes.

Possui inúmeras atrações em seu interior, como templos, plataformas, trilhas como a Montanha Huayna Picchu e outros, feitos com técnicas que surpreendem os turistas até os dias de hoje, por serem consideradas avançadas para a época. A civilização Inca tinha extremo respeito pela natureza, por isso não a toa quase todos os ambientes dentro de Machu Picchu foram construídos em harmonia com a natureza ao seu redor, como as montanhas e o sol.

Machu Picchu passou muitos anos escondida, sendo redescoberta pelo explorador americano Hiram Bingham em 1911. Ele foi o responsável por tornar a cidadela pública e em 1948 publicou um livro sobre esta aventura intitulado “A Cidade Perdida dos Incas”, que tornou-se um sucesso.

Enfim, com este breve resumo da história das ruínas, já dá para perceber que chegar em Machu Picchu não é uma tarefa tão simples, tendo em vista a sua localização mais isolada. Aliás, os incas escolheram este local justamente para servir de base e proteger a população dos inimigos, por ter difícil acesso e vista privilegiada dos arredores, além claro, por ser uma região muito fértil.

Pensando nisso, vamos deixar aqui um guia completo de como chegar em Machu Picchu, para que você consiga se programar com tranquilidade para a sua viagem para o Peru. Além disso, também vamos falar brevemente sobre o clima, localização e outras informações importantes para quem está prestes a conhecer este lugar místico e incrivelmente lindo. Vamos lá?! 

Onde fica Machu Picchu? 

Bem, antes de saber como chegar, é importante ter conhecimento da localização de Machu Pichu. A civilização inca construiu este refúgio em meio às montanhas da Cordilheira dos Andes no Peru, a aproximadamente 2.400 metros de altitude.

Machu Picchu está localizada no Departamento de Cusco, na província de Urubamba. A distância de Cusco a Machu Picchu é de cerca de 112 km, mas para chegar lá é preciso ter calma e planejamento. De fato, Cusco é a cidade base para diversos passeios, inclusive para Machu Picchu, sendo a cidade mais próxima das ruínas. Existem pequenos povoados mais próximos da cidade dos incas, mas estes não possuem tanta infraestrutura turística. 

Qual a melhor época para conhecer Machu Picchu? 

Esta é uma informação importante para saber antes de ir para Machu Picchu, já que o clima influencia diretamente a decisão dos viajantes sobre a forma de chegar na cidade dos Incas. Por exemplo, já imaginou se você prefere fazer uma caminhada de dias, mas escolhe a época chuvosa para isso?

As estações no Peru são divididas basicamente em duas: a seca e a chuvosa. A época das chuvas vai de dezembro a março, quando os dias são mais quentes e com mais possibilidades daquela chamada “chuva de verão” durante a tarde. Fevereiro é o mês com mais chuvoso e por isso a Trilha Inca, um dos caminhos mais famosos para chegar em Machu Picchu, fica fechada para manutenção neste período.

Mas não se preocupe, as demais atrações e trilhas se mantêm abertas, mas a sua bagagem pode mudar um pouco, já que capa de chuva e jaqueta impermeável são itens indispensáveis para os passeios na baixa temporada.

Aliás, se você deseja saber como é Machu Picchu em fevereiro, clique aqui e leia uma matéria especial que fizemos sobre o assunto.

Portanto, a melhor época para viajar para o Peru e visitar Machu Picchu é entre os meses de abril a novembro, quando as temperaturas ficam mais baixas, o clima é mais frio mas com poucas chances de chuvas, os dias se caracterizam pelo céu aberto, ou seja, favorável para ter melhor visibilidade de Machu Picchu e outras atrações.

Este período é considerado também a alta temporada de viagem no Peru, principalmente os meses de Junho, Julho e Agosto. Mas prepare-se: os pontos turísticos ficam mais cheios e os preços tendem a ser um pouco mais altos também.

Afinal, como chegar em Machu Picchu? 

Enfim, vamos ao que interessa! De modo geral e resumido, existem duas formas mais tradicionais de chegar em Machu Picchu, que é a pé, percorrendo trilhas que duram até 5 dias ou de trem, uma viagem mais cômoda e tranquila, mas igualmente memorável.

A logística para viajar para Machu Picchu pode parecer um tanto complicada para quem está pesquisando sobre o assunto pela primeira vez, pois envolve passar por vários lugares e povoados remotos, antes de propriamente dito chegar até a cidade perdida dos incas.

Resumidamente, este é o trajeto mais comum que quase todos os turistas percorrem independente da experiência escolhida: o viajante sai da cidade de Cusco, passa pelo Vale Sagrado dos Incas, chega no povoado de Aguas Calientes, faz um pernoite por lá e, no dia seguinte bem cedo acontece o tour em Machu Picchu. Então, depois do passeio, é realizado o retorno para Cusco, que é feito de trem, por ser a maneira mais rápida.

Isso varia de acordo com algumas trilhas, que passam por lugares diferentes. Se você escolher viajar de trem para Machu Picchu, pode decidir fazer o trajeto citado acima em um ou dois dias. O ideal é dividir o passeio em dois dias, assim fica menos cansativo e você aproveita ao máximo todos os lugares e ainda sobra um tempo de descanso. 

Machu Picchu de trem: tudo que você precisa saber sobre o passeio!

A viagem de trem para Machu Picchu é a opção mais tradicional e procurada entre os visitantes, já que é bem mais rápida e ideal para quem tem poucos dias de estadia no Peru, além de ser cômoda e proporcionar uma experiência inesquecível.

 Existem diferentes empresas que oferecem este tipo de serviço e, entre elas, existem algumas opções de vagões, desde os mais simples até os mais sofisticados. Tudo depende do seu estilo de viagem e do que você está disposto a investir. Vamos falar mais sobre esses detalhes a seguir. 

Quanto tempo leva a viagem de trem para Machu Picchu: isso depende de qual estação você vai embarcar. De modo geral, a viagem pode durar de 1h40m até 4h. Todo trem tem como destino final o povoado de Aguas Calientes, também conhecido como Machu Picchu Pueblo.

De onde saem os trens para Machu Picchu: são 3 estações, a primeira está localizada na cidade de Cusco, chamada Estação San Pedro, que fica próxima a Plaza de Armas. A segunda fica em Poroy, a aproximadamente 10km de distância de Cusco. E a terceira é a estação de Ollantaytambo, no meio do Vale Sagrado dos Incas, uma das mais utilizadas pelos viajantes.

Quais as empresas que fazem esta viagem: existem duas empresas peruanas que prestam serviços ferroviários no país. chamadas Inca Rail e Peru Rail. Cada uma delas possui políticas, regras e serviços diferenciados, por isso atenção na hora de contratar o seu pacote de viagem.

Quais são as categorias de trem para Machu Picchu: os trens e vagões mais tradicionais são: Belmond Hiram Bingham, Vistadome, Expedition e First Class. Existem outros menos buscados, que você pode conferir neste post que fizemos detalhando todas as categorias.

Resumidamente, o trem Belmond Hiram Bingham é o trem de luxo para Machu Picchu. Com janelas panorâmicas, vagões com decoração clássica e elegante inspirada nos anos 1920, gastronomia requintada em seu interior, serviços exclusivos e até shows de dança e música típica peruana. Uma experiência completa e cheia de luxo.

Agora, falando da categoria Vistadome, é operado pela Peru Rail e bastante conceituado entre os viajantes por oferecer um bom custo benefício. É uma categoria intermediária, ou seja, possui alguns confortos a mais e alguns diferenciais como janelas amplas que vão do chão ao teto e proporcionam uma vista privilegiada do Vale Sagrado. Tem lanches inclusos, opções de bebidas e shows.

Já o trem Expedition Machu Picchu é uma das opções mais econômicas, com serviços mais básicos. As janelas não são tão amplas e o lanche oferecido é mais simples, mas de qualquer forma possui qualidade nos serviços e atendimento.

O First Class é uma categoria da empresa Inca Rail que oferece janelas panorâmicas, almoço incluso na ida e jantar incluso na volta. Esta opção de vagão só está disponível nos meses de alta temporada de viagem no Peru.

Política de bagagem dos trens para Machu Picchu: outra informação que você precisa estar atento é sobre a política de bagagem. As empresas possuem regras próprias, mas uma coisa não muda: cada pessoa tem direito a levar uma bagagem de mão que não pode passar de 5kg. Portanto, leve uma mochila menor para o passeio e deixe sua mala principal no seu hotel em Cusco.

Veja alguns roteiros de viagem para o Peru, incluindo o passeio de trem para Machu Picchu.

Trilhas para Machu Picchu: saiba como chegar na cidade dos incas a pé!

Outra maneira de chegar em Machu Picchu que é bastante procurada pelos viajantes mais aventureiros são as trilhas. Existem trilhas longas e curtas, que vão de 2 a 5 dias de duração. Vale lembrar aqui que é preciso ter um bom preparo físico, já que todas as caminhadas têm trechos de dificuldade mais altas e passam por lugares de grandes altitudes, o que pode causar alguns sintomas do mal da altitude, como dor de cabeça, falta de ar e enjoo.

De qualquer forma, é possível se aclimatar e se preparar com um pouco de antecedência para realizar as trilhas com mais tranquilidade e segurança. Contratar os serviços de uma agência especializada também é fundamental nesse processo, pois assim você terá suporte 24 horas por dia e estará sempre acompanhado de um guia e de uma equipe preparada para te auxiliar em qualquer situação.

Vamos deixar abaixo as melhores trilhas para chegar em Machu Picchu, assim você pode escolher a sua preferida e solicitar seu orçamento personalizado. Olha só:


Trilha Inca: esta é a opção mais famosa de trilha para chegar em Machu Picchu. Existe a Trilha Inca Curta, que dura dois dias de caminhada e a Trilha Inca Clássica, que dura 4 dias de caminhada e 3 noites em acampamento.

Ela está entre as 5 trilhas mais lindas do mundo e tem uma grande importância histórica e cultural para o Peru, já que este trajeto é o mesmo que a civilização inca percorria a muitos anos atrás para chegar no que hoje se transformou na principal atração peruana.

No caminho você vai passar por vilarejos remotos, vales, montanhas e sítios arqueológicos e entrar em contato com a população andina, aprendendo seus costumes e crenças milenares.

Os pernoites em acampamento são uma aventura a parte, mas contratando uma agência especializada como a Viagens Machu Picchu você não se preocupa com nada, pois durante o trajeto há carregadores e depois, no acampamento, tem uma equipe disponível para fazer as refeições e cuidar de todos os detalhes para você.

A caminhada sai de Cusco e chega em Machu Picchu pela “Porta do Sol”, com uma visão privilegiada e exclusiva da cidade dos incas. Temos certeza que será um momento que ficará marcado na sua vida.

Se você ficou interessado, então você precisa ler o post sobre todas as informações que você precisa saber antes de fazer a Trilha Inca. Ele está disponível no nosso blog de maneira gratuita, basta clicar.


Trilha Salkantay: esta é uma trilha que dura 5 dias e 4 noites, sendo que destas 4 noites, 3 são em acampamentos em meio às montanhas dos andes peruanos e 1 noite é em hotel no povoado de Aguas Calientes.

A aventura se inicia saindo do hotel em Cusco e indo de carro até o povoado de Mollepata, a partir de então, segue-se caminhando, passando por pequenos povoados andinos remotos. No trekking Salkantay terá momentos em que você ficará a mais de 4.600 metros de altitude, com uma vista deslumbrante à sua frente.

O ponto final da caminhada é o pequeno povoado de Aguas Calientes, onde nossa equipe te levará até um hotel, para um pernoite merecido de descanso. No dia seguinte pela manhã finalmente acontece o tour guiado em português em Machu Picchu. O retorno para Cusco é feito de trem, na categoria de sua preferência.

Tem post especial sobre a Trilha Salkantay no nosso blog. Leia e saiba tudo sobre uma das caminhadas mais lindas do Peru.

Dicas rápidas para quem quer fazer a trilha para Machu Picchu:

► Leve na bagagem roupas leves e confortáveis, próprias para este tipo de atividade. Dê preferência para camisetas com proteção contra os raios do sol. Adicione roupas de frio, já que a noite as temperaturas sempre diminuem e se for possível leve junto uma jaqueta impermeável corta vendo ou uma capa de chuva.

Não esqueça o protetor solar, óculos de sol, boné ou chapéu. Leve garrafa de água e câmera fotográfica.

► Programe-se para ter um tempo de aclimatação em Cusco antes de fazer as caminhadas. O ideal são pelo menos 2 ou 3 dias para o corpo ir se acostumando com as grandes altitudes. Tome chá de coca e se previna contra o mal da altitude.

► Você não precisa se preocupar com itens como barraca e acessórios para o acampamento, isto normalmente já está incluso no pacote. Mas não vá esperando uma super estrutura, pois os locais são mais isolados, os banheiros são simples e não há água quente para banho, por exemplo. 

E aí, conseguiu decidir de qual forma você prefere chegar em Machu Picchu? Seja como for, nós da Viagens Machu Picchu temos um roteiro especial para você.

Basta entrar no nosso site para ver todas as opções. Você também pode solicitar um roteiro para o Peru que seja personalizado e feito especialmente para você. Que tal?