Viagens Machu Picchu

► Trilha Salkantay, trilha para chegar em Machu Picchu

O nevado Salkantay é uma das montanhas mais altas do Peru, estando a 6.271 metros acima do nível do mar. É possível admirar esta beleza da natureza de vários pontos dos arredores, porém, realizar o trekking Salkantay leva o turista para uma vista esplendorosa que só uma experiência imersiva como essa pode proporcionar.

Trilha Salkantay, chegar a pé em Machu Picchu:

Esta é uma das opções de trilha que leva a Machu Picchu, com duração de 4 a 5 dias de caminhada, saindo de Cusco em direção a Mollepata, passando por pequenos povoados como Izcuchaca, Ancahuasi e Limatambo e acampando no caminho, em meio às montanhas. Ela está, com certeza, entre as trilhas imperdíveis no Peru.

Outra opção, é a famosa Trilha Inca, que dura 4 dias de caminhada até Machu Picchu. Para ver a diferença entre a Trilha Salkantay e Trilha Inca, clique aqui e leia a matéria completa sobre o assunto. 

► Como é o percurso do trekking Salkantay? 

O tour a Salkantay se inicia em Soraypampa, último lugar onde veículos podem chegar, para a partir de então, é necessário seguir a jornada a pé, começando por altitudes já elevadas. A primeira subida já chega ao ponto mais alto da trilha, na Abra Salkantay, a 4.630 metros do nível do mar, de onde já será possível observar o monte Salkantay.

Então, a descida se fará por lindas paisagens para os Andes Peruanos, selvas, fauna e flora típicas, até chegar ao povoado de Chaullay para descansar e renovar as energias para o dia seguinte.

No outro dia, a caminhada segue pela praia Sahuayacco, passando por mata densa, observando mais uma vez a rica selva, fauna e flora peruanas, até chegar ao povoado de Santa Teresa, onde haverá um momento de relaxamento nos Banhos Termais de Cocalmayo.

Seguindo viagem, iremos a Machu Picchu pela hidrelétrica, por um caminho cheio de desafios, porém com belíssima paisagem no meio da mata Amazônica, seguindo os trilhos do trem. Antes, faremos descanso em Águas Calientes, para no dia seguinte poder explorar Machu Picchu, a cidade perdida dos Incas.

► Como é o clima na Trilha Salkantay? 

Para saber como é o clima em Salkantay, é preciso saber que existem dois principais períodos: o seco e chuvoso. O período seco vai de abril a novembro e é a alta temporada de viagem no Peru, sendo os melhores meses para fazer a caminhada. Porém, nestes meses, prepare-se para enfrentar temperaturas mais frias, abaixo de 0ºC, principalmente durante a noite.

Durante o dia, apesar de ser frio, as temperaturas são mais amenas e o clima, ensolarado. Mas, é sempre bom lembrar que você estará em grandes altitudes. Já no período de chuvas, de dezembro a março, faz mais calor, mas as chances de chuvas são maiores. 

► O que levar para a Trilha Salkantay?

Independente da época escolhida, alguns itens não podem faltar na sua mochila, são eles: touca, luva, jaqueta corta vento impermeável, calçado de caminhada confortável, roupas de caminhada confortáveis, em especial camisetas com proteção solar, óculos de sol, protetor solar, boné ou chapéu, e claro, máquina fotográfica para registrar cada momento dessa experiência única. 

► Atrativo Especial: Laguna Humantay no Peru!

Essa lagoa de cor azulada impressionante tem origem do degelo da neve da própria montanha Salkantay, localizada próxima à Mollepata, a cerca de 4.270 metros de altitude. É uma atração à parte pelo caminho do trekking Salkantay, complementando o cenário esplêndido entre o monte e a laguna.

A trilha da Laguna Humantay tem atraído muitos turistas para apreciar a sua beleza. O trajeto para chegar até ela dura cerca de 3 horas de caminhada. É possível realizar o tour de um dia até a Laguna Humantay ou então, quem optar em fazer o Salkantay Trekking, passará por ela, pois o percurso inicial é o mesmo.

Esta beleza dos andes peruanos merece atenção pela inebriante paisagem, tanto observadas pelo caminho, quanto contempladas da bela configuração entre a lagoa e as montanhas ao redor.

Temos pacotes para a Lagoa Humantay e Machu Picchu, uma opção perfeita para os viajantes mais aventureiros.