Viagens Machu Picchu

Lago Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo, com 8.562 quilômetros quadrados. É também, o segundo maior lago da América do Sul. Traduzido seu nome para o português, Titi quer dizer Puma e Caca significa pedra, ou seja, o Lago dos Pumas de Pedra. 
 
Está localizado entre o altiplano peruano-boliviano à 3.800 metros de altitude, com uma profundidade máxima estimada de 281 metros. A temperatura da região varia entre 7°C e 11°C, e, além da língua espanhola, em torno do Titicaca se fala também o aymara ou aimará. 
 
Existem inúmeras atrações no Lago Titicaca, além da culinária com suas deliciosas trutas, suas grandes embarcações nativas feitas de junco (ou totora) e as festividades religiosas em homenagem à Virgem de Copacabana e à Virgem da Candelária. 


 Há ainda, uma incomparável fauna e flora composta de animais, como o pato andino, peixes, como a truta, o suche, o pejerrey e outras espécies. Há ainda a rã gigante, sendo este lago, seu único habitat.  Nas ribeiras se destacam as vicuñas, alpacas, llamas, o cuy andino, entre outras espécies. Já na flora, destacamos a totora, a yana, a lenteja de água e a purima, todas são espécies de junco.

 Mais de trinta ilhas povoadas fazem parte desta maravilha natural. Entre as mais conhecidas do lado peruano estão a ilha Taquile, a mais importante de todas, onde seus habitantes herdaram a arte têxtil e cultivam até hoje. Além disso, tem a ilha Soto, Anapia e Amantani.

Veja abaixo os pontos turísticos a serem visitados em Lago Titicaca.

PRINCIPAIS ATRAÇÕES

 Guia de viagem do Lago Titicaca | Peru - Puno

Ilha Flutuante Uros.

Esta é uma das ilhas do lago Titicaca que são artificiais e flutuantes, ou seja, foram construídas pelo homem, utilizando totora (material abundante na região). Foi feita pela tribo de Uro, que escolheu viver no lago como uma forma de se defender. Sua população preserva a maior parte das tradições e costumes dos seus antepassados até hoje.

Os visitantes que conhecem a Ilha de Uros tem a oportunidade de interagir com os locais, que são sempre muito simpáticos, e provar a comida simples, mas muito boa do local e de comprar artesanato feitos pelos moradores da ilha.

Confira nossos pacotes com passeios no Lago Titicaca.

 Guia de viagem do Lago Titicaca | Peru - Puno

Ilha Taquile.

A Ilha Taquile no Lago Titicaca tem cerca de 350 famílias, que falam a língua quéchua e que ainda vivem segundo o preceito incaico: “Ama Sua, Ama Llulla e Ama Quella”, de significado “não roubar, não mentir e não ser preguiçoso”. Como reflexo de sua crença na honestidade, lá não há polícia e os problemas são resolvidos por líderes eleitos com reuniões domingueiras. Todos usam roupas muito coloridas e com muitas flores. Gorros de tricô vermelhos distinguem homens casados, de homens solteiros.

Muitos turistas vão à Taquile para interagir com essa cultura antiga por uma noite, fazendo um turismo comunitário vivencial no Peru. Na ilha é possível degustar a gastronomia natural e orgânica local, além de conhecer à fundo todos os costumes e tradições desses habitantes.

A Viagens Machu Picchu te convida a vivenciar essa linda cultura do Peru ancestral. Conheça todos os lugares para visitar no Lago Titica com a nossa equipe.

 Guia de viagem do Lago Titicaca | Peru - Puno

Ilha Amantani.

Os ilhéus de Amantani são famosos por seus cestos de ichu, gramínea nativa ou palha, e por seus entalhes em granito. Sítios incas sagrados coroam os picos das montanhas dessas ilhas. É lá que Xamãs locais leem o futuro em folhas de Coca, por isso também, importância de se ter um tradutor quando for visitá-las.

Também oferece um turismo vivencial, o qual todas das riquezas culturais milenares serão compartilhadas com os visitantes. Caso deseje ter essa experiência entre em contato e reserve seu pacote para o Lago Titicaca. A Viagens Machu Picchu também disponibiliza guias para subir a montanha Pachapapa.

 Guia de viagem do Lago Titicaca | Peru - Puno

Ilha Llachón.

Llachón é um povoado distinto na sua indumentária, nos seus costumes e manifestações artístico-culturais, nas suas atividades produtivas e nas relações com forasteiros.

De fato, na península, os visitantes podem realizar diversas atividades culturais, recreativas e esportivas. Por exemplo, faremos uma caminhada de três quilômetros até a colina Akikarus, onde se encontra o centro ritual e cerimonial de Inkakancha, um lugar sagrado para os Incas, formado por duas mesas de pedra, uma retangular e outra circular. Atualmente são usadas em práticas ancestrais, para fazer invocações e tributos à Pachamama (Mãe Terra), em sinal de agradecimento pela fertilidade da terra. Sem dúvida é um lugar sagrado e de muita energia espiritual para ser vivenciado.

Veja nossos pacotes para Machu Picchu.

Onde fica