Viagens Machu Picchu

Montanha Machu Picchu

Montanha Machu Picchu

Trilha da Montanha Machu Picchu: guia completo!

Poucos visitantes sabem, mas dentro de Machu Picchu, a cidadela perdida dos incas, existem atrações que vão além das ruínas históricas. Estamos falando de trilhas que dão acesso a visões ainda mais especiais e panorâmicas de todo o santuário e que deixam o passeio ainda mais completo e inesquecível.

A Montanha Machu Picchu é uma das caminhadas opcionais que todo turista pode fazer. Mas prepare-se para o desafio: você chegará a mais de 3 mil metros de altitude, através de uma escadaria de pedra, bastante íngreme. Mas não se preocupe, todo o esforço vale a pena no final, já que a vista lá do alto é de tirar o fôlego, uma visão 360º privilegiada de toda a cidadela de Machu Picchu e da natureza exuberante dos arredores.

Para deixar a sua visita a Machu Picchu, uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, ainda mais completa e incrível, certamente você precisa incluir a Trilha da Montanha Machu Picchu no seu ingresso de acesso a cidadela. Sem dúvidas você vai se encantar com cada detalhe, desde a aventura única que é percorrer estes antigos caminhos, até apreciar a natureza abundante da região, cheia de animais e plantas típicas, montanhas e vales. 

Se você ainda tem dúvidas sobre esse tour opcional em Machu Picchu, vamos deixar aqui todas as informações desta imponente montanha e te dar muitos motivos para realizar a trilha, que é uma das mais bonitas da região. Continue lendo e veja o guia completo!

Como fazer a trilha da Montanha Machu Picchu:

Antes de tudo, o primeiro passo é entrar em contato com seu agente de viagens e solicitar um ingresso para Machu Picchu que inclua a trilha da Montanha Machu Picchu, já que esta atração é paga a parte e o seu lugar nesta aventura precisa ser reservado com antecedência pois as vagas são limitadas. 

O ideal é deixar que seu agente de viagens coordene seus horários de entrada e visitação, para que você não perca nenhum detalhe do santuário. A logística pode parecer um tanto complicada, mas com o auxílio de um especialista tudo se torna muito mais fácil e cômodo. 

A caminhada é feita em aproximadamente 3 horas, com nível de dificuldade média/alta já que a escada é íngreme e o lugar se encontra a mais de 3 mil metros acima do nível do mar, o que pode dificultar um pouco o trajeto. A subida pode ser um pouco mais tranquila se você estiver com um bom preparo físico e já um pouco aclimatado a altitude.

É importante ressaltar que esta caminhada é autoguiada, ou seja, o guia profissional não acompanha até o topo da montanha, mas estará com você antes disso, te passando todas as informações necessárias sobre a aventura. Vamos deixar a seguir um pequeno passo-a-passo de como é o trekking da Montanha Machu Picchu. Olha só:

Para chegar ao ponto inicial da caminhada, você precisará ir em direção a chamada Casa da Guarda. Então, a trilha se divide em duas, mas por sorte todo o percurso é bem demarcado com placas e indicações. 
Você chegará em uma cabana onde vai precisar apresentar o seu bilhete de entrada. Aqui é importante se atentar de que o ingresso para entrar em Machu Picchu é diferente do ingresso para a Montanha Machu Picchu. 
A trilha começa mais leve e vai se intensificando depois da primeira hora de caminhada, quando o caminho fica mais íngreme e estreito. Aproveite todo o trajeto para apreciar a paisagem arredor e também a vista para a cidadela.
Ao chegar no topo você terá uma bonita e inesquecível recompensa: a vista privilegiada das ruínas de Machu Picchu, as montanhas em seu entorno e o rio Vilcanota ao fundo. Simplesmente impressionante!

A trilha é toda sinalizada e o trajeto é considerado desafiador, mas com calma e no seu tempo é possível realizá-la. Para ficar mais fácil, passe uns dias em Cusco antes de se aventurar nesta atividade, assim seu corpo já estará mais acostumado às condições de altitude. 

Diferença entre Huayna Picchu e Montanha Machu Picchu:

Dentro de Machu Picchu também existe a possibilidade de fazer uma outra caminhada, chamada Montanha Huayna Picchu, igualmente linda mas ainda mais desafiadora. Uma das principais dúvidas entre os visitantes são as diferenças entre as duas, por isso vamos deixar aqui algumas dicas e informações para que você possa escolher com mais tranquilidade qual delas é a sua preferida. 


Montanha Huayna Picchu.

É considerada uma caminhada de nível mais difícil, se comparada com a Trilha da Montanha Machu Picchu, por ser ainda mais íngreme. Apesar disso, as recompensas podem ser ainda mais especiais, como uma vista ainda mais elevada da cidadela, pontos turísticos no caminho, como o Templo da Lua e outras construções incas menores. 

É a opção perfeita para os mais aventureiros, que vão caminhar por quase 3 horas subindo até chegar ao topo. A Montanha Huayna Picchu é perfeita para ter uma das vistas panorâmicas de todo o complexo. Certifique-se de estar aclimatado e bem preparado fisicamente antes de escolher esta opção.


Montanha Machu Picchu.

A trilha é mais tranquila que a Montanha Huayna Picchu, mas o fator altitude ainda pode ser um agravante, exigindo certo grau de preparo físico também. O caminho é bem demarcado e descomplicado e ao contrário da outra opção, a Trilha Machu Picchu garante uma imersão muito maior na natureza ao redor, encontrando pássaros, orquídeas e muito mais.

Qualquer uma delas vai deixar a sua experiência ainda mais enriquecedora. Para saber mais, entre em contato com a equipe da Viagens Machu Picchu e converse com nosso time de especialistas e solicite uma das trilhas opcionais dentro da cidadela inca, que são o incremento perfeito para qualquer pacote de viagem para o Peru.


Informações importantes:

Uma dica importante para qualquer pessoa que deseja fazer uma destas trilhas dentro de Machu Picchu, é se programar com antecedência e fazer a sua reserva pelo menos 3 meses antes da viagem, já que as vagas são limitadas nestas duas atrações. 

São permitidos apenas 400 pessoas por dia em cada uma das trilhas e as vagas se esgotam rápido, pois são bastante concorridas. Se você preferir a Montanha Huayna Picchu, tome ainda mais cuidado, pois os ingressos para ela acabam ainda mais rápido.  

Outro detalhe importante é o período que sua viagem vai acontecer, se for entre os meses de junho e julho, os lugares costumam estar ainda mais cheios de visitantes, pois estes meses são o pico do turismo no Peru. 

Para fazer a Trilha da Montanha Machu Picchu, não esqueça de levar protetor solar, água para se hidratar, chapéu ou boné, comidas rápidas como barrinhas de ceral ou chocolate e, claro, câmera fotográfica para registrar todos os momentos. 

A nossa equipe está à sua disposição para te auxiliar no planejamento da sua viagem para o Peru, em todos os detalhes, desde antes do embarque até a volta para casa. Já levamos mais de 40 mil pessoas para realizar o sonho de conhecer Machu Picchu e esperamos te levar em breve também. 

Temos diversos roteiros já montados no site, mas preparamos viagens e experiências completamente personalizadas de acordo com o sonho de cada pessoa. Por isso, não exite em entrar em contato conosco e solicitar seu orçamento exclusivo. 
 

Sugestões de Pacotes