Telefone viagens machupicchu+55 (21) 4042-6227

Whatsapp viagens machupicchu+51 993024550

Corpus Cristi do Peru

Corpus Cristi do Peru

Localização
O Corpus Christi acontece no centro histórico da cidade de Cusco, na Plaza de Armas, praça San Francisco, praça Regocijos e ruas próximas.

Data
A festa acontece normalmente no mês de maio ou junho. Por se tratar de uma festa móvel a data muda a cada ano. O Corpus Christi acontece 60 dias depois da Páscoa.

Descrição
A celebração do Corpus Christi em Cusco consiste em uma festividade absolutamente disputada. Milhares de pessoas comparecem à catedral da cidade para acompanhar a festa cristã. Além das tradições católicas estão presentes a música, a dança e a culinária típica, onde é servido o famoso chiriuchu (cuy, coelhinho da índia assado). O Corpus Christi cusquenho consiste no encontro dos santos de todas as paróquias da cidade na catedral de Cusco, para adorar o Corpo de Cristo. Os santos são levados em procissão até dito encontro, alguns procedentes de igrejas bem distantes. No dia da celebração eles saem todos juntos em procissão, retornando à catedral posteriormente onde permanecerão por oito dias antes de retornar a suas respectivas igrejas, na chamada “oitava de corpus”, onde ocorre outra procissão com a presença de todos estes santos. Os quinze santos que se reúnem nesta data são os seguintes: Santo Antônio da paróquia de São Cristobal, São Jerônimo da paróquia do distrito de São Jerônimo, São Cristobal da paróquia de São Cristobal, São Sebastião da paróquia do distrito de São Sebastião, Santa Bárbara da paróquia do distrito de Poroy, Santa Ana da paróquia de Santa Ana, Santiago Apóstolo da paróquia Santiago, São Blas da paróquia de São Blas, São Pedro da paróquia de São Pedro, São José da paróquia de Belém, Virgem Natividade da paróquia de Almudena, Virgem dos Remédios da igreja de Santa Catalina, Virgem Purificada da paróquia de São Pedro, Virgem de Belém da paróquia de Belém, Virgem da Imaculada Conceição “La Linda" da Catedral.

História
A tradição foi introduzida pelos espanhóis católicos na época da colônia, mais exatamente pelo vice-rei (o governante máximo espanhol em território peruano) Francisco de Toledo no ano de 1572. Em Cusco a festividade assumiu características singulares devido ao sincretismo, à mistura de costumes indígenas ancestrais. Os espanhóis introduziram as procissões com santos para substituir o costume Inca que anteriormente saiam em desfile com as múmias de seus antepassados importantes em datas específicas. Este costume foi expressamente proibido, porém muita da simbologia antiga permaneceu e ainda permanece em diversas festas cristãs atuais. veja mais sobre esta festa do Corpus Cristi

Festividade do Dia dos Mortos

Localização
A celebração não acontece somente em Cusco e no Vale Sagrado, mas também em todo o Peru.

 

Data
A festa acontece no dia 2 de novembro, um dia depois do Dia de todos os Santos.

 

Descrição
O Dia dos Mortos é uma data levada muito a sério em Cusco e região. As celebrações começam um dia antes, no Dia de todos os Santos. Segundo a tradição ao meio-dia do dia primeiro os mortos saem de suas tumbas e voltam a suas casas, junto a seus entes queridos. Nas casas as famílias preparam uma mesa onde colocam comidas e bebidas, as preferidas de seus parentes falecidos. A tradição diz ainda que os espíritos devem retornar a suas sepulturas ao meio-dia do dia dois. No Dia dos Mortos os cemitérios recebem multidões de visitantes levando flores, comidas e bebidas. Também há muita música e dança, uma verdadeira festa se realiza ao redor do túmulo do falecido. O objetivo é compartilhar o momento com os familiares finados.

 

História
A data reflete um costume cristão católico e foi introduzida no Peru pelos espanhóis, porém o conceito desde um ponto de vista andino transcende a celebração a outros níveis. Pela filosofia andina a morte representa algo natural, um ponto de transição a outra vida. Pela tradição neste dia se come leitoa assada e “tamales”, uma espécie de pamonha, feita de milho. É tradicional também a elaboração de um pão especial ou “tantawawas” no formato de crianças. Também existem pães no formato de cavalos e lhamas.

Blog

FaceBook

DirceturProm PeruPeruMinisterio de Cultura